Irmandade Recomenda #13 | Batman - O Cavaleiro das Trevas



Antes de começar quero deixar claro que sou apaixonado por Frank Miller e seus trabalhos, mas o trabalho dele que eu eu amo sem sobra de dúvida, definitivamente é o cavaleiro das trevas. Em 1985, Frank Miller estava se sentindo velho. Tinha 28 anos, trabalhava nos quadrinhos desde os 21 e nesse curto tempo havia virado a maior estrela do mercado. Depois do sucesso de Daredevil na Marvel, a DC Comics havia contratado-o para fazer o que estivesse a fim. E ele já tinha feito: Ronin, seu primeiro projeto autoral, em que decidiu até o papel de impressão e criou páginas que se desdobravam em pôsteres. Agora, queria fazer alguma coisa com Batman. Como Bruce Wayne se sentiria aos 50, perguntava-se Miller, por sua vez preocupado em chegar aos 30.

Faz exatamente 30 anos que O Cavaleiro das Trevas surgiu no mundo. Com data de março de 1986, a primeira edição da minissérie é um marco. Nem Batman, nem Miller, nem a DC Comics, nem os quadrinhos de super-herói foram os mesmos depois da revolução que The Dark Knight Returns causou.

      Se quiser conhecer esse trabalho épico do Frank Miller só ir no nosso irmão LASQUEI!


E em 1986 foi publicada a maior história do Batman de todos os tempos. A visão de um futuro distópico de Frank Miller casa perfeitamente com o clima da história. Depois que Bruce Wayne sai da aposentadoria logo no começo da história, ele é confrontado por vilões clássicos como o Duas Caras e o Coringa, aonde ele finalmente bota um fim a vida do palhaço, depois de anos e anos causando problemas em sua vida.




Também em o Cavaleiro das Trevas somos apresentados a nova versão do Robin. E quem acaba vestindo esse manto é a nossa amada Carrie Kelley. Uma jovem estudante de apenas treze anos que foi salva pelo Batman. A partir de então, a jovem passa a idolatrar o Cavaleiro das Trevas, economizando dinheiro para criar um uniforme de Robin, esperando um dia tornar-se sua parceira.




Ela acaba salvando o morcegão, devido ao combate dele contra o líder da gangue dos mutantes uma nova ameaça que surgiu na cidade de Gotham na ausência do vigilante.




Bruce devido estar na situação "Precisa ver o outro cara" acaba revelando sua identidade para Carrie e indo para a Batcaverna, aonde Alfred como sempre o aguarda.




Até agora a gente falou de ameças comuns, mas foi nessa série que surgiu o confronto mais épico de todos entre o Cavaleiro das Trevas vs O Homem de Aço.

Sim! Isso mesmo.


Irmãos. Para vocês terem noção eu achei essa HQ tão épica que eu ganhei a saga do Cavaleiro das Trevas da minha namorada e mandei moldurar para colocar na minha parede. A luta entre Homem  e um Deus é épica. E se vocês gostaram dos diálogos do filme, não preciso nem comentar que vocês vão amar o da HQ.