Irmandade Recomenda #9 | Jonah Hex



Eu particularmente achava Jonah Rex, um personagem muito, mais muito caganeira. Até ver ele na DC VERTIGO  que se diferencia da linha da família tradicional da DC. Meus queridos se vocês amaram  Red Dead Undead Nightmare, amarão as sagas abaixo aqui que eu vou citar do nosso pistoleiro.

Percebendo o potencial do personagem, a DC Comics decidiu mover Jonah Hex para a Vertigo e explorá-lo em uma nova vertente. Escrita por John R. Landsdale e ilustrada por Tim Truman, a nova fase do personagem mostrava Hex enfrentando zumbis, monstros ancestrais, bruxas e espíritos atormentados.




Sim: Zumbis, monstros, bruxas e espíritos atormentados. Logo quando eu conheci esse novo gênero Western-Horror fiquei muito apaixonado e nem preciso falar que fez muito sucesso chamando a atenção do público.


Você pode encontrar as sagas abaixo no nosso irmão  LASQUEI


Jonah Hex - Oeste Sombrio


Após ser inocentado em um estranho julgamento, Jonah Hex (com a ajuda de Tom Grandão) enfrenta e aniquila boa parte dos familiares da vítima - um anão pistoleiro pertencente ao circo peregrino de Bufalo Will (com W mesmo), que está acampado próximo. Tom convida Hex a participar do espetáculo, e é neste momento que o caçador de recompensas verá o quão bizarro pode ser o Velho Oeste, um local onde todo tipo de gente esquisita tem suas próprias histórias e motivações.


Jonah Hex - Pistoleiro do Além 


 
Essa é a minha preferida sem sombra de dúvidas!

Nesta macabra aventura, Jonah Hex enfrentará nada mais nada menos que Wild Bill Hickok numa versão pra lá de bizarra, porém bem apropriada pelo tom das aventuras do Hex. Porém antes deste embate, terá de se livrar da forca, de uma turba enlouquecida, índios, zumbis, magos e mais alguns incautos que lhe cruzam o caminho. 

Jonah Hex Cavaleiros do Verme e Tal



Sexo no cemitério, onanismo (também conhecido como descabelar o palhaço...), umas porquinhas sensuais e provocantes, ciúmes do penico... precisa dizer que Joe R. Lansdale é completamente insano? Na minha modesta opinião, o humor negro que ele produziu nas suas minisséries de Jonah Hex para a Vertigo não encontram paralelo em nenhuma outra HQ. Isso para não falar na arte de Tim Truman/Sam Glanzman/Sam Parsons, que casa perfeitamente com o clima da história.

Em resumo geral a migração de Jonah, para a DC VERTIGO, foi muito, mas muito bem recebida agrandando os fãs e fazendo novos fãs com o estilo  Western-Horror. Que foi uma aventura incrível no estranho mundo do este, mais que recomendo a todos os nossos irmãos.