Review | Doutor Estranho


O filme trás pela primeira vez o Mago Supremo da Marvel as telonas, mantendo a formula de se fazer filmes, com medo de se arriscar, acertando na escolha do ator e, também, na direção do filme.


"Stephen Strange (Benedict Cumberbatch) leva uma vida bem sucedida como neurocirurgião. Sua vida muda completamente quando sofre um acidente de carro e fica com as mãos debilitadas. Devido a falhas da medicina tradicional, ele parte para um lugar inesperado em busca de cura e esperança, um misterioso enclave chamado Kamar-Taj, localizado em Catmandu. Lá descobre que o local não é apenas um centro medicinal, mas também a linha de frente contra forças malignas místicas que desejam destruir nossa realidade. Ele passa a treinar e adquire poderes mágicos, mas precisa decidir se vai voltar para sua vida comum ou defender o mundo."
Mordo Interpretado por Chiwetel Ejiofor 

Sim quando vamos ao cinema ver filmes da Marvel, pensamos que iremos no divertir muito, e sem medo, assim é. Doutor Estranho possui a dose de humor como todos os filmes da Marvel possui mas isso não atrapalha o desenvolvimento do filme, muito pelo contrário, até alivia nas cenas um pouco mais tensas do filme.


Temos um Stephen Strange arrogante, que curte um bom Rock do anos 70, e com carreira sólida, mas ainda na friendzone com Christine Palmer, que é seu interesse amoroso no filme. E isso lembra muito o primeiro filme do Homem de Ferro e não podemos negar isso.

O filme tem uma pegada um pouco mais adulta, mas calma, não é um filme para o público adulto, porém, diferente de outros filmes da produtora, temos sangue em muitas cenas do filme, abrindo um parentese, isso tem ficado bastante implícito, sem querer esconder muito, como você vê nesse blockbuster. Há cenas em que vemos costuras corporais e afins, sem censura, o que ficou bem legal.

Outra coisa que podemos elogiar é os efeitos gráficos, é claro que não temos perfeições, como no movimento dos personagens, mas no multiverso, a viagem entre as dimensões é surreal, com certeza você terá uma experiência como nunca antes.

A Anciã interpretada por Tilda Swinton
Para mim, Tilda Swinton, a Anciã, foi impecável em sua atuação. Sobre o personagem, não temos muito o que dizer! apenas aprender, seus ensinamentos espirituais, admirar suas expressões faciais, os movimentos leves das mãos que construíram um personagem, que aposto, que muitos amaram!
Benedict Wong fazendo o Wong 
Mordo e Wong também foram personagens que ajudaram Strange a crescer nos filmes com ensinamentos e afins, particularmente gostaria de ver os ciúmes que existe de Mordo e Doutor Strange nas HQs, deixaria o filme um pouco mais sério mas, querendo ou não, estamos falando da Disney né?

Kaecilius, diferente do que as pessoas vem dizendo, foi um bom vilão sim, abrindo porta para outros no futuro, vou explicar por que: A Marvel sempre lança prelúdios de seus filmes, se algo não foi mostrado no começo, como por exemplo como o vilão chegou até ali, o por quê levou ele a fazer isso está escrito na HQ que, resumindo, Kaecilius descobriu antes de todo mundo, quem era a Anciã!

Kaecilius interpretado por Mads Mikkelsen

E por último Dormammu ( eu vim barganhar), o provável Galactus da Marvel, o devorador de Mundos, o Dono da Dimensão Negra, foi apresentado nesse Universo! Mas que não teve uma grande participação, mas explicada.

Resumindo o filme, e não trazendo uma crítica, pois não estudamos para isso, o filme é muito bom em questão de elenco, trama e efeitos especiais, não chega a ganhar um Oscar, mas abriu portas para um novo universo, que já vem sendo apresentado em Agent's of SHIELD, podendo trazer novas tramas e personagens misticos, com uma dose de sangue e bom humor, com certeza Doutor Estranho, irá conquistar você e isso vai muito além do personagem, Benedict Cumberbartch é um ótimo ator, se não o conhecia, com certeza vai acabar querendo ver mais!